1 de dezembro de 2020
Início / Pernambuco / Hospital para pacientes com Covid-19 é desativado em Goiana
Arte em Festa

Hospital para pacientes com Covid-19 é desativado em Goiana

O governo informou, na última segunda (26), que unidade foi fechada devido a uma ‘queda permanente dos casos na região’.

Um hospital de referência para Covid-19 que tinha sido aberto em Goiana foi desativado nesta segunda-feira (26). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), a unidade, que funcionava na Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (Upae) do município, encerrou as atividades em caráter hospitalar.

O Hospital de Referência à Covid-19 – Unidade Goiana começou a funcionar no dia 20 de maio e passou pouco mais de cinco meses funcionando.

O hospital foi montado na estrutura feita para a Upae construída pelo grupo FCA-Jeep como uma contrapartida ao governo de Pernambuco, já que o grupo automotivo recebeu benefícios para ter a fábrica no município. Apesar de pronto, o prédio estava fechado.

O governo afirmou, ainda, que o fechamento ocorreu devido a uma “queda permanente dos casos da Covid-19 na região”.

A secretaria informou que “já está realizando os trâmites para selecionar a organização social que irá gerir o equipamento dentro do seu perfil original, com consultas ambulatoriais especializadas e a oferta de exames, beneficiando a assistência às doenças crônicas dos munícipes das dez cidades que compõem a XII Gerência Regional de Saúde (Geres)”.

Os equipamentos que foram utilizados no local e que não serão repassados para o serviço ambulatorial, segundo o governo, vão para o Hospital Belarmino Correia, em Goiana. Essas unidade continua prestando assistência aos pacientes com Covid-19 na região.

Índices

Segundo o governo, a ocupação dos leitos de UTI no estado está em 72%. São, ao todo, 790 vagas para os pacientes mais graves. No caso dos leitos de enfermaria, são 933 disponíveis, dos quais 45% estão livres. A média dos leitos voltados aos pacientes com Covid-19 está abaixo de 60%.

A secretara afirma que esse patamar “permanece estável desde o período de pico na pandemia, entre metade de maio e início de junho, quando o estado registrou ocupação média máxima de 93%”.

Atualmente, a rede pública de saúde conta com 1.723 leitos voltados exclusivamente para pacientes confirmados ou suspeitos da Covid-19, sendo 790 de UTI.

No pico da pandemia, segundo o governo, Pernambuco teve 2.088 vagas abertas pelo estado. Nos últimos dois meses, 365 leitos foram desmobilizados, sendo 113 de UTI.

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

FEM repassou mais de R$ 20 milhões aos municípios pernambucanos em 2020

94 cidades estiveram aptas a receber parcelas do Fundo A Secretaria de Planejamento e Gestão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.