28 de outubro de 2020
Início / Pernambuco / Patrícia Domingos e Charbel querem reforma administrativa na PCR
Arte em Festa Recepções
Patrícia Domingos e Charbel são candidatos à prefeitura do Recife (Tiago Calazans/ Patrícia Domingos / Divulgação/ Charbel)

Patrícia Domingos e Charbel querem reforma administrativa na PCR

No Recife, os candidatos de oposição à gestão do PSB, o procurador Charbel (Novo) e Patrícia Domingos (Podemos) pretendem anunciar uma reforma administrativa no primeiro escalão da prefeitura do Recife caso sejam eleitos. Atualmente a prefeitura do Recife tem 23 secretarias.

O candidato do Partido Novo, Charbel, quer cortar 13 pastas. Ele não anunciou que áreas deveriam ser removidas e o que aconteceria com as suas atribuições. A delegada Patrícia Domingos também anunciou que deverá cortar 20% das atuais pastas, mas também não informou quais seriam as áreas atingidas pela reestruturação.

A delegada também afirma que o planejamento do seu plano de governo está sendo feito em conjunto com setores da sociedade engajados no desejo de mudança. Segundo Patrícia, uma reforma administrativa é fundamental para desinchar a máquina da Prefeitura do Recife. “É possível uma redução de 20% das secretarias atualmente existentes. Em paralelo, também há como diminuir os cargos comissionados em 20%”, defende. “Nosso objetivo é gerir a Prefeitura do Recife de forma moderna, econômica e eficiente”, completou.

Também em reunião nesta segunda-feira (21) com a equipe de campanha, o Procurador Charbel, decidiu pela reforma administrativa. Na avaliação do candidato do partido Novo, o número de secretarias se dá devido às “coligações” realizadas no período eleitoral.

“Nosso partido não faz coligações, então não prometemos cargos para ninguém. Mais da metade das secretarias existentes hoje são desnecessárias, falo isso com propriedade, pois tenho 10 anos de prefeitura. Um prefeito não consegue sentar com 25 secretários. Isso acontece por conta dos conchavos, várias coligações para se eleger, e depois tem de dar cargo para todo mundo. O município tem que focar, investir seu dinheiro, no que é importante, como saúde, educação e infraestrutura, entre outros. Teremos técnicos nos comandos das pastas, e não indicados políticos. E terão de cumprir o programa de governo nos primeiros meses”, pontuou o procurador municipal.

Charbel destacou ainda que é favorável à proposta de reforma administrativa sugerida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no início do mês. E que, sendo assim, que irá exigir metas ao funcionalismo público. “Eu vejo com bons olhos a discussão da Reforma Administrativa, ela vai regulamentar vários problemas que existem hoje. Recife tem comissionados, terceirizados e concursados que teriam metas e objetivos a serem cumpridos. Essa reforma vai criar regras objetivas para que o atendimento à população seja feito com qualidade. A gente precisa ter outras formas de contratação, pois atualmente é à base de puxadinho, sem previsão em lei, e a reforma deixará isso mais claro”, acrescentou.

Diario de Pernambuco

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Camutanga: prefeito se compromete a cessar retenção de recursos descontados na folha dos servidores para pagar empréstimos consignados

O prefeito de Camutanga, Armando da Rocha, firmou termo de ajustamento de conduta perante o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.