30 de setembro de 2020
Início / Pernambuco / TJPE condena motorista que destruiu a Estação Ponte D’Uchôa
Arte em Festa Recepções
31/07/2015. Credito: Julio Jacobina/DP/D.A Press Fachada da Ponte D`Uchoa Cai Novamente.

TJPE condena motorista que destruiu a Estação Ponte D’Uchôa

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) condenou Vinícus Freitas Cândido e Marlúcia Freitas Cândido a pagar R$ 170 mil reais em indenização para cobrir os gastos da prefeitura do Recife na reforma da Estação Ponte D’Uchôa. A reforma foi feita após um acidente causado pelo veículo de Marlúcia, e dirigido por Vinícius colidir com o monumento.

O acidente aconteceu no dia 28 de outubro de 2013. Segundo informações da Polícia Civil, Vinícius Freitas estava dirigindo sob efeito de álcool e acima da velocidade permitida quando bateu na Estação e destruiu o local.

O valor processual será acrescido de juros de mora de 1% ao mês, que conta a partir da data do acidente. Além disso, os condenados terão que pagar os custos processuais e honorários advocatícios, sendo 10% do valor da condenação.

A ação tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública do Recife. A defesa dos réus pode recorrer da decisão judicial em segunda instância.

 

Diario de Pernambuco

 

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Em Goiana, vereador Carlos Viégas Jr. decide por reeleição

Além de vereador, Carlos Viégas Jr. é o atual presidente da Câmara Municipal de Goiana …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.