17 de outubro de 2019
Início / Paraíba / Coronel dos Bombeiros é preso em flagrante em operação contra fraudes na emissão de laudos
Arte em Festa Recepções
Coronel dos Bombeiros é preso em flagrante em operação contra fraudes na emissão de laudos
Mandado foi cumprido na praia do Poço, em Cabedelo — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Coronel dos Bombeiros é preso em flagrante em operação contra fraudes na emissão de laudos

Coronel alvo da ação foi preso em flagrante por posse de arma sem registro. Valores adquiridos no esquema variam de R$ 100 a R$ 20 mil.

Uma operação do Ministério Púbico da Paraíba (MPPB) cumpre, na manhã desta sexta-feira (23), na Grande João Pessoa, mandados de busca e apreensão para desarticular um esquema de corrupção na emissão de laudos pelo Corpo de Bombeiros. Os mandados têm como o engenheiro civil Diego da Silva Castro e o coronel José Carlos de Souza Nóbrega, preso em flagrante por posse de arma sem o devido registro. Os valores adquiridos no esquema variam de R$ 100 a R$ 20 mil.

De acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros, até o presente momento não há informações mais aprofundadas sobre o assunto e o órgão está analisando a situação. O advogado do coronel, Cláudio Meneses, informou que José Carlos deve pagar fiança e ser liberado.

Em nota, a DC Engenharia, do engenheiro envolvido nas investigações, informou que está a disposição para qualquer esclarecimento no âmbito judicial da investigação e que nunca causou prejuízo ao poder público.

Os mandados foram cumpridos nos bairros do Altiplano e Bancários, em João Pessoa, e na praia do Poço, em Cabedelo. A prisão do coronel aconteceu na sua residência, em Cabedelo. Ele foi conduzido para a sede do Grupo do Operações Especiais (GOE) por estar com um revólver calibre 38 sem o registro.

A operação Back Fire, executada pelo Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial do Ministério Público da Paraíba (Ncap), também cumpre quebra de sigilo dos dados telemáticos dos investigados. A ação conta com o apoio do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco).

De acordo com o MPPB, o coronel seria responsável por um esquema de propina para liberação de alvará do Corpo de Bombeiros nos projetos de segurança contra incêndio e pânico na Diretoria de Atividades Técnicas (DAT). O esquema era executado juntamente com o engenheiro civil, que seria um intermediária para suposta correção de projetos mediante pagamento.

Conforme o Ncap, o engenheiro civil confeccionou, no período de 2013 a 2018, 230 projetos de combate a incêndio. O MP estranhou o excesso no número de projetos e constatou que na conta bancária do coronel foram realizados depósitos por pessoas físicas e jurídicas ligadas ao ramo da construção civil.

 

G1/PB

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Corpo é encontrado em Pedras de Fogo

Corpo é encontrado em Pedras de Fogo

Um corpo foi encontrado com um saco plástico na cabeça, na manhã desta segunda-feira (14) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.