29 de setembro de 2020
Início / Paraíba / Mulher ganha na justiça indenização de R$ 13 mil após cair em buraco em Campina Grande
Arte em Festa Recepções
Mulher ganha na justiça indenização de R$ 13 mil após cair em buraco em Campina Grande
Queda aconteceu na praça conhecida como 'Calçadão da Cardoso Vieira' no Centro de Campina Grande — Foto: Diogo Almeida/G1/Arquivo

Mulher ganha na justiça indenização de R$ 13 mil após cair em buraco em Campina Grande

Caso aconteceu em 2013, mas decisão final só saiu nesta semana. Vítima teve lesão em um dos braços e precisou passar por cirurgias. Procurador afirma que vai recorrer.

Uma mulher ganhou na Justiça da Paraíba uma indenização de R$ 13 mil a ser paga Prefeitura de Campina Grande por ter caído em um buraco quando caminhava na praça Jaime Oliveira, conhecida como calçadão da Cardoso Vieira, e em decorrência da queda sofrer lesões graves. A decisão final sobre o caso foi publicada pela 2ª Vara da Fazenda Pública na quarta-feira (14), mas só chegou ao conhecimento público neste domingo (18).

Além da indenização no valor de R$ 13 mil, a Prefeitura de Campina Grande foi condenada a pagar uma pensão no valor de 50% de um salário mínimo à mulher até que ela complete 60 anos. A decisão, que é de 2018, foi mantida pela desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, ao negar um apelo feito pela Procuradoria de Campina Grande.

A Procuradoria do Município de Campina Grande ainda não foi notificada da decisão que manteve a sentença e condenou o poder público a pagar indenização. No entanto, o procurador geral do município, José Fernandes Mariz, garantiu que vai recorrer da decisão. O procurador explicou que a juiz não considerou a possibilidade de culpa concorrente, quando tanto o agente, quanto a vítima interferem ao mesmo tempo para o fato.

A queda ocorreu em 2013. Maria Filomena Benício Maia Oliveira seguia pelo calçadão quando pisou com um dos dois pés no buraco. Na queda, ela lesionou um dos braços, tendo que passar por cirurgia e ficar afastada do trabalho por 90 dias. Por conta das lesões, a moradora ficou com sequelas retratando limitação funcional no ombro esquerdo de 50% e incapacidade para ocupações habituais.

“A condenação do Município de Campina Grande, portanto, está arrimada na falha da prestação do serviço público, ou seja, na violação do dever legal da prestação dos seus serviços com boa qualidade”, afirmou na decisão a desembargadora.

G1/PB

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Por atrasar salários de servidores, ex-prefeito de Caaporã é condenado por Improbidade Administrativa

Por atrasar os salários dos servidores públicos do Município de Caaporã durante os anos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.