26 de setembro de 2020
Início / Paraíba / Vazamento em reservatório de água derruba muro de prédio da Cagepa em João Pessoa
Arte em Festa Recepções

Vazamento em reservatório de água derruba muro de prédio da Cagepa em João Pessoa

Um vazamento no reservatório de água da Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa) na avenida Diogo Velho, no Centro de João Pessoa, causou o rompimento de parte da estrutura do prédio no início da tarde deste domingo (24). Segundo informações da Cagepa, apesar do impacto do acidente, que derrubou o muro do prédio e arrastou detritos para ruas adjacentes, ninguém ficou ferido.

Em nota divulgada na tarde deste domingo, a Cagepa informou que por determinação da diretoria, foi instaurada uma comissão de técnicos para investigar as causas do incidente. O acidente causou a suspensão no abastecimento d’água nos bairros de Jaguaribe, Centro, Varadouro, Roger, Tambiá, Alto do Céu, Salinas Ribamar, Porto de João Tota e Vem-vem.

Técnicos da Cagepa já estão trabalhando no local para retomar parcialmente o fornecimento de água nas áreas afetadas. Enquanto os serviços estiverem sendo executados, neste período, o abastecimento de água nessa região funcionará de forma intermitente, ocasionando interrupções temporárias.

Ainda de acordo com a Cagepa, a previsão é de que normalização total do sistema ocorra até o final desta semana. Por conta dos detritos espalhados nas vias, arrastados pela força da água, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob), foi até o local para orientar o trânsito.

G1

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Após 7 anos preso injustamente, homem relata dificuldade em conseguir emprego

Eridan Constantino foi preso em 2011, suspeito de latrocínio. Em 2013, a Justiça o absolveu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.