29 de setembro de 2020
Início / Paraíba / Verba indenizatória cobre despesas de deputados com combustíveis e lubrificantes
Arte em Festa Recepções
Porto Alegre - Cédulas falsas com o número de série repetido. Polícia Federal deflagou a Operação Inkjet 2, para desarticular um grupo que fabricava e comercializava dinheiro falsificado (Daniel Isaia/Agência Brasil)

Verba indenizatória cobre despesas de deputados com combustíveis e lubrificantes

Os gastos dos deputados estaduais paraibanos, no pleno exercício de seus mandatos na Assembleia Legislativa, são custeados pela Verba Indenizatória de Apoio Parlamentar (VIAP). A medida é regulamentada por meio da Resolução n.º 1457/2009 (documento não disponível para consulta da população na internet).

No site do Poder Legislativo Estadual, especificamente no item Dúvidas Frequentes (questão 28), os cidadãos são informados que o benefício concedido aos deputados permite o ressarcimento de despesas com a instalação e manutenção do escritório de apoio à atividade de cada parlamentar.

Atendendo a esta finalidade, são cobertas despesas com aluguel de imóvel, taxas ordinárias de condomínio, IPTU, contas de telefone fixo e móvel, de internet, de água e de energia elétrica, aquisição de material de expediente, combustíveis e lubrificantes até o limite de R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) mensais, entre outros.

 

GIOVANESANTOSPORTALINTELIGENCIA

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Por atrasar salários de servidores, ex-prefeito de Caaporã é condenado por Improbidade Administrativa

Por atrasar os salários dos servidores públicos do Município de Caaporã durante os anos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.