25 de outubro de 2020
Início / Itambé / População itambeense e pedrafoguense clamam por uma resposta sobre o Caso Walyngre
Arte em Festa Recepções
Fotos: Tiago Souza.Online

População itambeense e pedrafoguense clamam por uma resposta sobre o Caso Walyngre

No último dia 26 de março, completou 30 dias de investigação sobre o Caso do Professor Walyngre da Silva Costa(38), morto brutalmente, e que até o presente momento, não se sabe ainda a autoria do crime.

Este crime bárbaro chocou as pessoas das duas cidades-irmãs: Itambé, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, e Pedras de Fogo, no Litoral Sul da Paraíba, cidades limítrofes, nas quais a vítima trabalhava como Professor de História.

Familiares e amigos estão angustiados pelo desfecho desse crime horrendo, contra uma pessoa que contagiava a todos, em sua volta, com seu bom humor e sua forma de lidar com a vida.

A reportagem do PBPE, entrou em contato com o Delegado Hector Azevedo responsável pelo caso, porém não obtivemos resposta.

O Portal de Notícia PBPE, gravou uma matéria para ilustrar o sentimento da população e dos familiares de Walyngre, que aguardam a apuração dos fatos para que se faça Justiça, em relação aos autores do crime que ceifou a vida de mais um inocente. Confira a matéria abaixo!

Da Redação, PBPEISF.
“O portal que mais cresce na região!”

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Camutanga: prefeito se compromete a cessar retenção de recursos descontados na folha dos servidores para pagar empréstimos consignados

O prefeito de Camutanga, Armando da Rocha, firmou termo de ajustamento de conduta perante o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.