24 de outubro de 2020
Início / Notícias / Homem é preso suspeito de estuprar enteada de 12 anos em Pedras de Fogo-PB
Arte em Festa Recepções

Homem é preso suspeito de estuprar enteada de 12 anos em Pedras de Fogo-PB

Conselho Tutelar procurou a Polícia Civil para denunciar o homem, que, segundo depoimento, abusava da vítima desde que ela tinha nove anos

O funcionário público Severino Pedro da Silva de 37, vulgo “Praxedes”  foi preso suspeito de estuprar a enteada de 12 anos. Ele foi localizado pela polícia no bairro da Mangueira em Pedras de Fogo, no Litoral Sul da Paraíba, na noite da última segunda-feira (11).

De acordo com a delegada Rubenita Nóbrega, que coordenou as investigações, o Conselho Tutelar procurou a Polícia Civil para denunciar o homem, que, segundo depoimento, abusava da vítima desde que ela tinha nove anos.

“A irmã da vítima, hoje com 17 anos, foi quem procurou o Conselho primeiramente, fazendo com que o caso chegasse à delegacia. A vítima foi ouvida e confirmou os abusos, afirmando que ele fazia ameaças a ela e a mãe, que não sabia dos fatos, caso elas denunciassem ele para a polícia. Com essas informações, pedimos a prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pelo Poder Judiciário”, explicou a autoridade policial.

De acordo com o Comissário quem tiver mais informações de outros casos de estupro comparecer a Delegacia pra informar sobre o caso. Severino teria confessado o crime e foi preso e recolhido para cadeia pública de Pedras de Fogo.

Polícia Civil

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

MPPB faz recomendação sobre pagamento de diárias para vereadores do Conde

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) recomendou ao presidente e ao 1º secretário da Mesa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.