22 de outubro de 2018
Início / Paraíba / Pescador cai em alto mar e nada por cinco horas até a praia de Pitimbu
Kero Site - Agência Digital

Pescador cai em alto mar e nada por cinco horas até a praia de Pitimbu

Um pescador que trabalhava em alto mar caiu do barco e nadou mais de cinco horas até chegar a praia de Pitimbu, litoral Sul da Paraíba. Em vídeo divulgado no instagran, o pescador comenta a emoção de ter conseguido sobreviver após o acidente. “Cai por volta das 5 horas da manhã, só cheguei depois das 10h”, disse.

Um profissional da equipe de salva-vidas prestou os primeiros cuidados e levou o pescador a uma ambulância do Samu, que foi acionada até o local.

O major Flarbert de Almeida, chefe da comunicação social do Corpo de Bombeiros da Paraíba, relatou que casos como esse exigem total domínio de técnicas profissionais de nado. “Embora não seja muito comum, não nos surpreende o ocorrido, uma vez que, o pescador demonstrou ter a capacidade de nadar em diversas modalidades, motivo pelo qual conseguiu se salvar”, disse.

“Ele conseguiu percorrer uma distância considerável pela capacidade de utilizar técnicas de flutuação. Ele alternou o nado com outras técnicas como relaxar o corpo e flutuar, e dessa forma com o auxílio da própria correnteza ele conseguiu chegar até a margem”, ressaltou.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, as informações preliminares é de que o pescador percorreu mais de seis quilômetros.

 

CLICKPB

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Polícia Federal Deflagra Operação Jotunheima em João Pessoa

Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, (18), a operação JOTUNHEIM, a fim de reprimir o comércio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *