22 de outubro de 2018
Início / Paraíba / Polícia Militar desarticula mais um depósito de drogas na Paraíba e apreende 1 tonelada de maconha na praia de Jacumã, no Litoral Sul
Kero Site - Agência Digital

Polícia Militar desarticula mais um depósito de drogas na Paraíba e apreende 1 tonelada de maconha na praia de Jacumã, no Litoral Sul

A Polícia Militar apreendeu cerca de 1 tonelada de maconha, no início da tarde desta terça-feira (9), em uma casa que estaria funcionando como depósito de drogas, em Jacumã, na cidade do Conde, no Litoral Sul da Paraíba.

A residência estava em construção e ficava em um local onde geralmente as casas só ficam habitadas durante o verão. A droga foi encontrada em vários cômodos, juntamente com anotações de venda e distribuição realizadas pelo tráfico nas últimas horas. Todo o material será investigado.

De acordo com o comandante da 1a CIPM, Major M Lima, os policiais chegaram até o local através de denúncias. “Chegaram denúncias de que havia uma movimentação estranha de pessoas nessa casa, que fica em um local desabitado nessa época do ano, as equipes do tenente Lucenildo foram até lá e encontraram o material dentro da residência”, disse.

Ao perceber a chegada da PM, dois suspeitos que estavam na casa conseguiram fugir. A droga apreendida, que ainda será pesada, mas que deve ser de aproximadamente 1 tonelada, será levada para a delegacia de Polícia Civil, no Conde.

 

PORTALDOLITORAL

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Polícia Federal Deflagra Operação Jotunheima em João Pessoa

Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, (18), a operação JOTUNHEIM, a fim de reprimir o comércio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *