13 de novembro de 2018
Início / Mais Notícias / Bezerro nasce com duas cabeças em fazenda de Caiapônia
Arte em Festa Decorações

Bezerro nasce com duas cabeças em fazenda de Caiapônia

Um bezerro nasceu com duas cabeças em uma fazenda de Caiapônia, no sudoeste goiano. O caso, considerado raríssimo, chamou a atenção dos moradores. Mesmo com o cuidado dos donos, o animal morreu cinco dias após o nascimento, neste domingo (8).

O bezerro nasceu por volta das 5h 30 da última terça-feira (3), na fazenda de Nelcino Ferreira Goulart, marido de Zica Soares. “Nunca imaginei nascer um bezerro assim aqui na fazenda, ficamos surpresos”, contou a mulher, que vive na propriedade há 18 anos.

A família alimentava o bezerro com leite colocado em uma mamadeira improvisada, pois ele não conseguia mamar na vaca, que está bem (veja o vídeo acima).

O animal também não dava conta de ficar em pé. “O veterinário disse que ou sacrifica ou cuida até o fim. Ele está muito mal, bem fraco, mas estou cuidando dele”, explicou Zica, horas antes de o bezerro morrer.

Especialista em animais de grande porte, o veterinário Daniel Ribeiro Camargos afirma que não é comum o nascimento de bezerros com duas cabeças. “Provavelmente, uma consanguinidade que deu e o bezerro nasceu com anomalia. É uma situação muito rara”, afirmou.

Moradores se impressionam com nascimento de bezerro com duas cabeças em Caiapônia (Foto: Zica Soares/ Arquivo pessoal)

 

G1

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Homem entra em ônibus, anuncia assalto, mas apanha ao ver a mãe e acaba preso

Um homem de 35 anos estava decidido a assaltar um ônibus que circulava por um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *