18 de julho de 2018
Início / Mais Notícias / Dois meninos já estão fora de caverna na Tailândia
Kero Site - Agência Digital

Dois meninos já estão fora de caverna na Tailândia

Ao menos dois dos 12 meninos presos há 15 dias em uma caverna inundada na Tailândia já foram retirados, afirmam autoridades locais na manhã deste domingo (8).

Outros quatro garotos estavam, por volta das 9h30 (horário de Brasília), em uma câmara de resgate montada dentro da caverna, há cerca de 2 km da entrada principal. Esse local já é mais seguro em relação às inundações.

Os trabalhos de resgate começaram na manhã deste domingo (8), noite de sábado no Brasil, e poderão se estender pelos próximos dias. Conforme forem retirados do local, os estudantes serão levados de helicóptero para o Hospital Chiang Rai.

Para retirar os meninos e o treinador de futebol deles do local, 13 mergulhadores profissionais estão percorrendo túneis de 4 km, muitos trechos inundados por água e lama.

O governo decidiu iniciar o quanto antes o resgate devido à previsão de grandes volumes de chuva a partir de quarta-feira (11). Outro fator delicado é a concentração de gás carbônico no ar da caverna, pela presença de diversos trabalhadores.

Quanto mais tempo demorasse para a retirada dos estudantes, maior seria o risco para todos os envolvidos e até para as vítimas.

Mais cedo, o governo falou que “mergulhadores vão trabalhar com médicos na caverna para determinar antes quem vai sair primeiro”.

Às 10h da manhã, horário local (0h, horário de Brasília), autoridades tailandesas iniciaram a complicada operação para tentar resgatar 12 meninos e um treinador presos há duas semanas em uma pequena câmara dentro de uma caverna cerca de um quilômetro abaixo do pico das montanhas Mae Sai, na região de Chiang Rai, na Tailândia.

Um dos fatores mais complexos é o trajeto inundado até o local onde as crianças estão, cerca de 4 km caverna adentro.

Fortes chuvas iniciadas no sábado (7) fizeram os envolvidos no resgate acelerar os planos e evitar que as crianças fiquem em condições ainda mais perigosas.

Uma equipe internacional de 13 mergulhadores entrou na rede de cavernas. Em entrevista a CNN, autoridades locais estimam que o trajeto de ida e volta até os meninos demore cerca de 11 horas.

Ao todo, a operação pode demorar de dois a quatro dias, o que pode ser agravado pela chegada de ainda mais chuvas.

O clima entre militares da Marinha e voluntários de mergulho piorou após um mergulhador da reserva morrer em uma missão para levar tanques de oxigênio até os meninos.

As operações são tão complicadas, que militares vasculharam as montanhas em busca de entradas mais fáceis até a câmara.

Felizmente, as crianças estão bem e não enfrentam até o momento doenças perigosas adquiridas em ambientes cavernosos, geralmente transmitidas pela água ou morcegos.

A água das cheias recuou nos últimos dias e é até possível andar a pé em trechos anteriormente inundados.

 

R7

Inscreva-se em nosso canal!

Sobre pbpeisf

PBPE - Informação Sem Fronteira. As principais notícias do Estado da Paraíba e de Pernambuco você encontra aqui. Confira também os destaques locais das duas cidades irmãs, Itambé-PE e Pedras de Fogo-PB. Notícias, política, entretenimento, cultura, eventos, tecnologia, saúde, educação, esportes, oportunidades e muito mais! Serviços, produtos, downloads, humor, links úteis e notícias do Brasil e do Mundo.

Confira Também

Material reciclado é transformado em objetos de decoração e esculturas, na Fenearte

Uma das propostas da Fenearte, que realiza sua 19ª edição neste ano, é mostrar as diversas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *